Demissão de Boris Johnson divide opiniões

Boris Johnson anuncia demissão
Boris Johnson anuncia demissão Direitos de autor Bernat Armangue/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Nenhum político ficou indiferente à notícia desta quinta-feira. Rússia aplaude e Ucrânia fica triste com saída do primeiro-ministro

PUBLICIDADE

De todo o mundo chegam reações ao anúncio da demissão de Boris Johnson.

Os aplausos da mulher e de alguns parceiros, durante o discurso desta quinta-feira, contrastam com o cansaço de muitos cidadãos e políticos.

A primeira-ministra da Escócia não escondeu o alívio. “Penso que não vai haver eleições gerais antecipadas. Um novo líder conservador, um novo primeiro-ministro vai obviamente querer tempo para se estabelecer e presumivelmente reparar alguns dos danos, danos muito profundos que Boris Johnson causou ao Partido Conservador, embora tenham permitido que isso acontecesse”, disse Nicola Sturgeon.

Da Rússia, chegou a reação do porta-voz da presidência, um crítico assumido de Johnson. “Gostaríamos de esperar que em algum momento o Reino Unido tenha políticos mais profissionais, capazes de compreender que as questões atuais precisam de ser resolvidas através do diálogo. Mas é algo difícil de se esperar neste momento”, declarou Dmitry Peskov.

Nas redes sociais, e num telefonema pessoal a Boris Johnson, o presidente da Ucrânia disse estar triste com esta decisão.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

11 candidatos para substituir Boris Johnson

Velha guarda do rock em peso na abertura da Gibson Garage

Notas com cara de Carlos III entram em circulação em junho