This content is not available in your region

Letónia desmantela monumento da era soviética

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Monumento comemorativo da Vitória do Exército Vermelho sobre a Alemanha nazi na Letónia
Monumento comemorativo da Vitória do Exército Vermelho sobre a Alemanha nazi na Letónia   -   Direitos de autor  Euronews

Com uma opinião pública divivida, a Letónia começou a desmantelar um monumento da era soviética que comemora a vitória do Exército Vermelho sobre a Alemanha nazi.

O monumento foi construído em 1985, quando o país ainda fazia parte da União Soviética, mas a invasão russa da Ucrânia ditou o fim deste tipo de monumentos.

 Janis Lange, Diretor executivo da cidade de Riga afirma: "É claro que se trata de uma questão de valores. Para os letões, este monumento simboliza a ocupação da Letónia após a Segunda Guerra Mundial e, depois da invasão russa da Ucrânia, já não podemos tolerá-lo".

Desde a independência em 1991, a Letónia tornou-se membro da NATO e da União Europeia, mas mantém um grande número de russos, que se reúnem no feriado do Dia da Vitória, em maio, junto ao monumento para comemorar.

Esta população contesta a demolição do monumento e a tensão tem-se feito sentir.

Dmitry Prokopenko faz paprte do grupo de apoio ao monumento e afirma: "Penso que a Letónia é uma terra onde os letões e os russos vivem juntos. Riga é metade letã, metade russa, e penso que uma parte do Estado, uma parte do país deve respeitar também os direitos da outra parte".

A Letónia aprovou recentemente uma lei que exige que estes monumentos sejam derrubados.

A Estónia tem vindo a destruir também monumentos da era soviética.