This content is not available in your region

Brasil elege hoje novo presidente: Lula e Bolsonaro têm segunda volta à espreita

Access to the comments Comentários
De  euronews
 Mais de 156 milhões de eleitores são chamados às urnas para escolher o chefe de Estado para os próximos quatro anos.
Mais de 156 milhões de eleitores são chamados às urnas para escolher o chefe de Estado para os próximos quatro anos.   -   Direitos de autor  Matias Delacroix/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved   -  

Estão abertas as urnas desde as 08 horas da manhã, em Brasília, capital federal, meio dia em Lisboa. O Brasil elege, este domingo, o novo presidente da República e mais de 156 milhões de eleitores foram chamados para escolher o chefe de Estado para os próximos quatro anos.

O antigo presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, do Partido dos Trabalhadores, chega ao escrutíno com as sondagens a darem-lhe 50% das intenções de voto. A verificar-se este resultado, seria eleito logo à primeira volta, pouco mais de uma década depois de ter saído da presidência.

Já a Jair Bolsonaro, o atual chefe de Estado que procura a reeleição, as sondagens atribuem-lhe 36% das intenções de voto dos eleitores.

O presidente brasileiro não acredita, no entanto, nestes números e espera ser eleito à primeira volta com mais de 60% dos votos.

Permanece a possibilidade de Bolsonaro aceitar ou não os resultados pois sempre sublinhou que o cenário da vitória de Lula só seria possível caso houvesse fraude.

O processo eleitoral está, por isso, sob um escrutínio especial.

"Todo o planeamento, toda a segurança da eleição, toda a segurança do processo, toda a segurança das urnas, do transporte das urnas, está tudo pronto e programado", sublinha o ministro brasileiro para da Justiça e Segurança Pública, Anderson Gustavo Torres.

Além de escolherem o novo presidente, e vice-presidente, os brasileiros elegem, também, este domingo os Governos estaduais, o Senado Federal, a Câmara dos Deputados e as Assembleias Legislativas.

Tudo feito digitalmente, através do voto eletrónico.

As urnas no Brasil vão ficar abertas até às 17 horas, de Brasília (21 horas, em Lisboa).