Chuvas fortes fazem pelo menos 31 mortos nas Filipinas

Números de vítimas poderão vir a agravar-se
Números de vítimas poderão vir a agravar-se Direitos de autor AP/Philippine Coast Guard
Direitos de autor AP/Philippine Coast Guard
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Vítimas morreram na sequência de inundações e desabamentos de terra

PUBLICIDADE

No sul das Filipinas, pelo menos 31 pessoas morreram e nove foram dadas como desaparecidas na sequência de inundações e desabamentos de terra provocados por chuvas fortes.

Os números foram divulgados pelas autoridades locais e poderão vir a agravar-se nas próximas horas, apesar da diminuição da intensidade.

Grande parte das vítimas foi arrastada pela força das águas ou atingida por desabamentos de terra em três cidades deMaguindanao, uma região autónoma muçulmana na ilha de Mindanao.

As fortes chuvas começaram no final da quinta-feira. Arrancaram árvores e provocaram grandes inundações na cidade de Cotabato.

De acordo com o serviço meteorológico em Manila, a tempestade tropical Nalgae é responsável pela intensidade da chuva.

A tempestade dirige-se para o norte das Filipinas, e as autoridades preveem que a tempestade atinja a região durante o fim de semana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos 13 mortos e 61 feridos em ataque russo à cidade ucraniana de Chernihiv

Milhares de casas inundadas no Cazaquistão

Rússia e Cazaquistão vivem "piores cheias em décadas"