EventsEventosPodcast
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Polícias belgas exigem mais condições para combater violência

Polícias manifestam-se em Bruxelas, Bélgica
Polícias manifestam-se em Bruxelas, Bélgica Direitos de autor JAMES ARTHUR GEKIERE/James Arthur Photography
Direitos de autor JAMES ARTHUR GEKIERE/James Arthur Photography
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Recente homicídio de agente e onda de vandalismo levaram os agentes à rua em protesto.

PUBLICIDADE

Milhares de polícias belgas saíram às ruas de Bruxelas, esta segunda-feira, em protesto contra as condições de trabalho, num clima que dizem ser de crescente violência

A manifestação foi realizada 18 dias depois de um agente ter sido esfaqueado até à morte por um homem que estava sob a vigilância das autoridades por suspeita de terrorismo e horas depois de ter feito ameaças e exigido tratamento psiquiátrico.

Para os agentes, é momento de lembrar a vítima, mas também de se fazerem ouvir pelo governo, que acusam de não dar aos operacionais no terreno os recursos necessários.

Os polícias queixam-se de estar a sofrer violência quando intervêm e de serem impedidos de fazer o trabalho que lhe compete.

O clima hostil voltou a manifestar-se, este domingo,em várias cidades belgas, varridas por uma onda de vandalismo, após a seleção nacional ter perdido contra Marrocos no Mundial de Futebol.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tumulto após jogo Bélgica-Marrocos deixa Bruxelas em alerta

Bruxelas vandalizada após a Bélgica perder com Marrocos no Mundial

Tiroteio na Bélgica entre grupo de extrema-direita e a polícia