EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

BCE sobe juros em 50 pontos base

Christine Lagarde
Christine Lagarde Direitos de autor Xavier Lejeune/(c) Xavier Lejeune European Union, 2022
Direitos de autor Xavier Lejeune/(c) Xavier Lejeune European Union, 2022
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Christine Lagarde revê em alta estimativas de inflação

PUBLICIDADE

O Banco Central Europeu (BCE) subiu as taxas de juro na zona Euro em 50 pontos base. A decisão, anunciada esta quinta-feira por Christine Lagarde, representa a quarta subida das taxas de juro desde julho. E com a Zona Euro ainda muita afetada pela inflação, o BCE destaca que novos aumentos parecem inevitáveis.

Para a presidente do Banco, as taxas de juro terão ainda de aumentar significativamente a um ritmo constante para atingir níveis suficientemente restritivos e para assegurar um regresso atempado da inflação ao objetivo de dois por cento a médio prazo. “A manutenção das taxas de juro a níveis restritivos reduzirá, com o tempo, a inflação, atenuando a procura”, disse Christine Lagarde aos jornalistas.

Lagarde destacou que “uma economia mais fraca pode resultar num desemprego ligeiramente mais elevado”, mas sublinhou que uma recessão na Zona Euro “será curta e pouco profunda”.

O ajustamento das taxas de juro é uma das principais ferramentas utilizadas pelos bancos centrais para fazer face ao aumento dos preços para os consumidores. Esta é uma tendência registada desde o início de 2022, alimentada pela guerra na Ucrânia e por uma persistente escassez de abastecimento após a pandemia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

BCE sobe taxas de juro em 0,25%

BCE deve continuar a subir as taxas de juro

Estado da União: Medida do BCE para travar a inflação vai resultar?