EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Funerárias na China lotadas depois de levantadas restrições covid-19

China
China Direitos de autor AP
Direitos de autor AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Número de vítimas dado pelo governo não corresponde ao que apuraram as agências de notícias no país

PUBLICIDADE

Crematórios na Chinalotados depois de anuladas restrições covid-19. Números do governo não correspondem a aumento real de vítimas. 

Desde que foram levantadas as restrições covid-19, na China, vários crematórios estão lotados, com o número de mortos a aumentar dia após dia. E não só na cidade de Pequim. 

Várias agências de notícias confirmaram longas filas junto das funerárias e apuraram que estão a ser cremados 50 a 100 corpos por dia em alguns dos locais que normalmente recebem vítimas covid.

O governo avança no entanto números completamente diferentes. Os dados oficiais falam apenas de cinco mortes por covid na terça-feira, duas na segunda-feira e nenhuma nas últimas duas semanas. 

Foi também registada uma corrida aos hospitais e, nas farmácias, já ha falta de medicamentos.

Durante semanas, centenas de pessoas protestaram contra o executivo. Pediam que as restrições apertadas da covid terminassem. Alguns especialistas estimam agora que, nos próximos meses, possam ficar infetadas 840 milhões de pessoas. Destas, dois milhões podem perder a vida.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

China alivia grande parte das restrições sanitárias

China despede-se de Jiang Zemin

China aligeira medidas de combate à Covid-19