Eleições presidenciais na Nigéria marcadas por atrasos

Cerca de 90 milhões de eleitores foram chamados às urnas
Cerca de 90 milhões de eleitores foram chamados às urnas Direitos de autor MICHELE SPATARI/AFP or licensors
De  euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A contagem de votos já começou na Nigéria, depois de a jornada eleitoral ter ficado marcada por atrasos e por alguns casos de violência. Os eleitores queixaram-se da demora e dos problemas técnicos nalgumas assembleias de voto.

PUBLICIDADE

A contagem de votos já começou na Nigéria, depois de a jornada eleitoral ter ficado marcada por atrasos e por alguns casos de violência. Os eleitores queixaram-se da demora e dos problemas técnicos nalgumas assembleias de voto.

"Perante a situação que temos, é preciso questionar a credibilidade das atividades da Comissão Nacional Eleitoral Independente, porque nos tinham dito que as eleições iriam decorrer sem problemas e que os resultados seriam transmitidos eletronicamente", queixava-se Emeka Nwayanwu, um dos eleitores.

O horário de funcionamento de várias secções de voto teve de ser alargado até que todos os eleitores tivessem votado.

"Queremos votar. É o nosso direito enquanto cidadãos. Temos esse direito. É por isso que estamos aqui desde as 7 horas até agora e não vamos a lado nenhum sem votarmos", garantia Ahmed Yahya. 

Cerca de 90 milhões de eleitores foram chamados às urnas para escolher o novo presidente da Nigéria.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Candidato do partido no poder vence presidenciais da Nigéria

Oposição vence as eleições legislativas na Tailândia

Montenegro: Djukanovic vence primeira volta da eleição presidencial