Ouro para a Turquia no fecho do Grand Slam de Antalya

Kayra Sayit deu à Turquia a única medalha de ouro neste Grand Slam
Kayra Sayit deu à Turquia a única medalha de ouro neste Grand Slam Direitos de autor FIJ
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ao terceiro dia, finalmente uma judoca da casa conseguiu uma medalha de ouro. Aconteceu na categoria mais pesada.

PUBLICIDADE

O terceiro e último dia do Grand Slam de Antalya, na Turquia, teve uma atmosfera incrível, com o público a encher arena desportiva Spor Salonu.

-100kg (masculinos)

Havia uma grande expectativa em redor desta final, que pôs frente a frente dois especialistas em projeções: O austríaco Aaron Fara e o suíço Daniel Eich.

A final não dececionou: Fara acabou por vencer após lançar Eich ao tapete, com a sua técnica favorita. O desportivismo continuou após o combate.

O vencedor recebeu a medalha das mãos do Presidente da Federação Internacional de Judo (FIJ), Marius Vizer.

-78kg (femininos)

A campeã mundial de 2011 Audrey Tcheuméo, de França, derrotou a atual campeã olímpica, a japonesa Shori Hamada, na final. A judoca francesa permanece no topo todos estes anos, um feito notável.

A portuguesa Patrícia Sampaio ficou com uma das duas medalhas de bronze.

O diretor de arbitragem da FIJ, Armen Bagdasarov, entregou as medalhas.

-90kg (masculinos)

 O campeão mundial de 2019, Noel Van T End, dos Países Baixos, executou um sode-tsuri-komi-goshi notável ao adversário, o romeno Alex Cret, para reclamar o segundo título de Grand Slam este ano. O judoca neerlandês está na melhor forma possível para reclamar o título nos Mundiais que se aproximam.

O tesoureiro-geral da FIJ, Naser Al Tamimi, entregou as medalhas.

"Espero muito conseguir o título, porque ganhar uma medalha de ouro sabe muito bem, e o Campeonato do Mundo é já daqui a 4 semanas. Sei que estou em forma agora, porque já o provei duas vezes. Só preciso que todos os fatores se juntem nos Mundiais para vir a ter outra boa medalha", disse Van T End.

+78 kg (femininos)

Os adeptos turcos tiveram o prazer de ver uma atleta da casa levar ouro. Na rota para a final, Kayra Sayit venceu a campeã mundial, a francesa Romane Dicko nos quartos-de-final. Uma vitória promissora, com os mundiais à porta.

Na final, obteve uma vitória tática sobre Milica Žabić, da Sérvia, para deleite do público turco que enchia o pavilhão.

O Presidente da Federação Turca de Judo, Sezer Huysuz, entregou as medalhas enquanto todo o pavilhão cantava, orgulhosamente, o hino nacional da Turquia.

"É sempre espantoso porque temos um grande público, e eles vêm dar-nos boa energia e boas vibrações, por isso é muito emocionante e eu fiquei tão feliz por ganhar na Turquia, frente ao público turco", disse Kayra Sayit.

+100 kg (masculinos)

Jelle Snippe conseguiu mais uma vitória para os Países Baixos, numa final 100% neerlandesa contra Roy Meyer. As medalhas foram entregues pelo campeão olímpico turco Hüseyin Özkan.

Houve mais sucesso para a Turquia, com duas medalhas de bronze: Primeiro para Ibrahim Tataroğlu, nos +100kg, em masculinos. Outra nos +78kg femininos com uma vitória de Hilal Öztürk.

O sol pôs-se em Antalya, com o fecho de mais um Grand Slam recheado de bom judo. Até breve, para os Campeonatos do Mundo!

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Turoboyev triunfa em casa no Grand Slam de Tashkent

Judo: Ouro para o número um mundial no segundo dia do Grand Slam de Tashkent

Judo: Uzbequistão de ouro no primeiro dia do Grand Slam de Tashkent