Paris: Catedral de Notre Dame deverá abrir ao público a 8 de dezembro de 2024

Abóbada da nave da Catedral de Notre-Dame de Paris, durante a sua reconstrução, após o incêndio de 2019
Abóbada da nave da Catedral de Notre-Dame de Paris, durante a sua reconstrução, após o incêndio de 2019 Direitos de autor SARAH MEYSSONNIER/AFP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente francês, Emmanuel Macron, diz que vai convidar o Papa Francisco para a inauguração daqui a um ano.

PUBLICIDADE

Começa a contagem decrescente para a reabertura da catedral de Notre-Dame, um dos símbolos da capital francesa.

A catedral reabrirá as suas portas dentro de um ano, depois de ter sido destruída por um incêndio em 2019. A confirmação foi feita por Emmanuel Macron, do alto da torre recém-reconstruída, garantindo que os prazos serão mantidos.

"Este 8 de dezembro é um momento muito importante porque marca uma data, um ano antes da abertura de Notre-Dame de Paris ao culto e aos visitantes. E é muito emocionante vermo-nos aqui um ano antes. Podemos ver o extraordinário progresso dos trabalhos nesta nave, no coro, nas molduras e no pináculo", disse o presidente francês.

Questionado sobre este assunto, Macron afirmou que o Papa será convidado para a inauguração; anunciou a criação de um museu de Notre Dame e o lançamento de um concurso para a conceção de vitrais.

Macron também prestou homenagem ao general Jean-Louis Georgelin, que supervisionou a reconstrução e morreu em agosto passado. O seu nome ficará para sempre registado na madeira do novo pináculo, de 96 metros de altura.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reconstrução de Notre Dame alcança etapa fundamental com a colocação de treliças no telhado

Quatro anos de obras em Notre Dame

Escultores de Notre-Dame reconstroem as gárgulas danificadas pelo incêndio de 2019