EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

China: O despedimento de 5 a 6 milhões de funcionários

China: O despedimento de 5 a 6 milhões de funcionários
Direitos de autor 
De  Patricia Cardoso com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Nos próximos dois anos a três anos, a China vai despedir entre cinco e seis milhões de funcionários. A informação é avançada pela Reuters, com base

PUBLICIDADE

Nos próximos dois anos a três anos, a China vai despedir entre cinco e seis milhões de funcionários.
A informação é avançada pela Reuters, com base em fontes próximas do poder.

EXCLUSIVE: China to lay off 5-6 million workers, earmarks at least $23 bln – https://t.co/vt2gHsgIw6pic.twitter.com/FcJk2FRRCN

— Reuters Top News (@Reuters) 1 de março de 2016

Pequim quer reduzir o excesso de oferta em diversos setores industriais e baixar a poluição. As autoridades pretendem, por exemplo, encerrar empresas públicas “fantasma”, ou seja, empresas que funcionam graças a ajudas públicas para evitar agitação social, mas cujas dívidas podem afetar os bancos e governos locais.

A China tinha já revelado “o despedimento de quase 2 milhões de trabalhadores nos setores do carvão e do aço:http://pt.euronews.com/2016/02/29/china-vai-despedir-18-milhes-de-trabalhadores-dos-setores-do-aco-e-carvao/, mas sem dar um calendário.

Para atenuar os efeitos sociais, as autoridades vão gastar 150 mil milhões de yuan, o equivalente a 21 mil milhões de euros.

As autoridades chinesas vêm-se obrigadas a avançar com as reformas, depois da economia ter registado, no ano passado, um crescimento de 6,9%, o mais baixo em 25 anos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Alternativa ao lítio: Pode o manganésio substituir as baterias de lítio dos veículos elétricos?

Banco Central Europeu corta taxas de juro em linha com as expetativas do mercado

Riqueza das nações: o fosso cada vez maior entre ricos e pobres na Europa