EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Apple: Ao 13.º ano o volume de negócios baixou

Apple: Ao 13.º ano o volume de negócios baixou
Direitos de autor 
De  Marco Lemos com reuters, lusa, efe
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Como "um azar nunca vem só", os lucros da empresa também sofreram uma quebra tal como as vendas do icónico iPhone.

PUBLICIDADE

Algum dia tinha de ser: após 13 anos sempre a crescer, o volume de negócios da Apple recuou no primeiro trimestre do ano, a meio do exercício (fiscal) da tecnológica de Cupertino. Como “um azar nunca vem só”, os lucros da empresa também sofreram uma quebra tal como as vendas do icónico iPhone, facto inédito desde o lançamento, em 2007, do telefone multifunções que revolucionou o mercado das comunicações móveis.

Apple's incredible 51-quarter growth run has finally come to an end https://t.co/Tl4AZ5EMlkpic.twitter.com/ulmdxXqsWZ

— BI Tech (@SAI) April 27, 2016

Para um analista da Forrester, neste momento “não parece haver nada que possa levar a um crescimento significativo da Apple (…) a situação só se poderá alterar se a empresa lançar um produto inovador” ou preços que cativem mais clientes. “Na ausência de inovação nos preços ou nas características dos produtos vamos estar perante um mercado menos ativo e mais incerto”, conclui Frank Gillett.

Worryingly for Apple, customers appear to be going for the cheaper and older phone models https://t.co/sl3az6vB20pic.twitter.com/bKUrubVxtR

— Financial Times (@FT) April 27, 2016

Os lucros da Apple caíram 22,5% para 10.520 milhões de dólares (9.310 milhões de euros) no trimestre que terminou em março. No mesmo período foram vendidos perto de 51,2 milhões de aparelhos iPhone, menos cerca de 10 milhões do que em igual período do ano passado.

Apple's Revenue Curve: 2005 to 2016 [Chart]… https://t.co/bfYvrw8FmJpic.twitter.com/KDVfh44MyW

— iClarified (@iClarified) April 27, 2016

As vendas dos iPhone representam 65% do volume de negócios, que também baixou, no caso 13%, para 50,6 mil milhões de dólares.

Cae Wall Street, arrastrado por #Apple y la primera baja en ventas de su #iPhone en 13 años https://t.co/dJAu91g6VIpic.twitter.com/KmUtiZjYoQ

— La Jornada (@lajornadaonline) April 27, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Diretora financeira da Huawei detida no Canadá

Guerra aberta entre Bombardier e Boeing

Ryanair cancela mais voos a partir de novembro