OMC será dirigida pela primeira vez por uma mulher

OMC será dirigida pela primeira vez por uma mulher
Direitos de autor AP Photo
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Ministra do Comércio da Coreia do Sul e ex-ministra das Finanças e antiga chefe da diplomacia da Nigéria são as duas finalistas na corrida ao posto

PUBLICIDADE

O próximo diretor-geral da Organização Mundial de Comércio (OMC) será, pela primeira vez, do sexo feminino.

A ministra do Comércio da Coreia do Sul, Yoo Myung Hee, e a ex-ministra das Finanças e antiga chefe da diplomacia da Nigéria, Ngozi Okonjo-Iweala, são as duas finalistas na corrida ao posto.

Ambas as mulheres na ronda final são extremamente bem qualificadas. Todos concordamos nisso. Ficámos impressionados com elas desde o início, são pessoas como uma longa experiência em lidar com assuntos complicados.
Keith Rockwell
porta-voz da Organização Mundial do Comércio

Uma destas mulheres vai assim suceder ao brasileiro Roberto Azevedo, que deixou o cargo no fim de agosto, um ano antes do fim do mandato. 

A nova diretora-geral terá assim a árdua tarefa de assumir as rédeas em plena crise económica mundial, motivada pela pandemia de coronavírus.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mercedes-Benz recolhe 250 000 veículos devido a risco de incêndio

Uber Eats altera anúncio polémico da Super Bowl por brincar com alergias alimentares

Quem ultrapassou Elon Musk como a pessoa mais rica do mundo?