EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

PME europeias querem prazos de pagamento mais justos

Em parceria com The European Commission
PME europeias querem prazos de pagamento mais justos
Direitos de autor euronews
Direitos de autor euronews
De  Andrea Bolithoeuronews
Publicado a
Partilhe esta notícia
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Embora não sejam ilegais, prazos de pagamento demasiado longos prejudicam o investimento, o fluxo de tesouraria e o pagamento de salários das pequenas empresas.

A Comissão Europeia propõe uma revisão da diretiva para garantir prazos de pagamento às empresas mais justos, um medida reclamada há muito pelas Pequenas e Médias Empresas (PME).

"Nos acordos entre empresas, B2B, existem frequentemente desequilíbrios de poder entre o cliente e o fornecedor, pelo que, quando o cliente é uma empresa de maior dimensão, vemos por vezes que esta é levada a estabelecer um prazo de pagamento um pouco mais longo para os seus fornecedores mais pequenos, proporcionando-lhes assim um pouco mais de capital de exploração, mas isso tem um impacto negativo na empresa mais pequena, que nem sempre tem a força e o poder para discutir essa questão com o seu grande cliente", referiu Véronique Willems, secretária-geral do SMEunited, uma organização que representa o setor das PME na Europa.

"Muitas vezes, uma pequena empresa tem 50, 60, 70 por cento do seu volume de negócios dependente de um dos grandes clientes e, por isso, não se sente realmente inclinada a dizer ao seu cliente 'quero receber um pagamento mais rápido' ou mesmo a ir a tribunal, o que seria ainda mais difícil para elas", acrescentou a responsável.

Partilhe esta notícia

Notícias relacionadas

Empresas do Cluster de Aviação da Silésia promovem Investigação aeroespacial