EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Festival Balkan Trafik traz a Bruxelas universo da região dos Balcãs

Festival Balkan Trafik traz a Bruxelas universo da região dos Balcãs
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Com uma estética muito própria, o Festival Balkan Trafik juntou, em Bruxelas, o melhor do universo da região dos Balcãs. Além da música, dança

PUBLICIDADE

Com uma estética muito própria, o Festival Balkan Trafik juntou, em Bruxelas, o melhor do universo da região dos Balcãs. Além da música, dança, filmes e debates integram o programa do evento, que decorreu de 23 a 26 de abril.

O famoso compositor servo-croata Goran Bregović voltou a ser convidado de honra.

A correspondente da Euronews, Marta Vivas, explica: “Durante quatro dias, Bruxelas converte-se na capital cultural dos Balcãs. O artistas que se deslocam aqui todos os anos, e esta é já a 9ª edição, são lendas vivas das comunidades em que estão inseridos. O festival convida sobretudo à reflexão.”

Neste sentido, o músico franco-eslovaco Ivan Akimov forma jovens e crianças ciganas na arte da música, canto e dança. O que começou como um projeto social depressa se converteu em um grande espetáculo, apresentado no Festival, em Bruxelas.

“O nosso grupo chama-se Kesaj Tchavé. Kesaj é uma fada cigana que diz que se alguém quer ser amado deve primeiro saber dar amor. E Tchavé, na língua romani, refere-se às crianças. Por isso, dirigimo-nos às crianças, para lhes dizer que vivemos num mundo maravilhoso, que podemos singrar e acreditar em uma vida maravilhosa, para todos”, diz Ivan Akimov.

Também integrado no programa do Festival, o filme “Parada”, da autoria do realizador sérvio Srdjan Dragojevic, foi exibido, abordando de forma humorística a questão da homossexualidade.

“É muito difícil contar a história, de maneira cómica, sobre um assunto bastante problemático e por vezes até trágico nos Balcãs, que têm um nível elevado de homofobia”, admite Srdjan Dragojevic.

Sempre fiel à partilha de emoções e de experiências com base na multiculturalidade, o criador do Festival, Nicolas Wiëers, elencou as novidades da edição de 2015: “Este ano viajámos um pouco mais além dos Balcãs porque nos Balcãs existe uma grande minoria Roma que se move, que atravessa fronteiras e isso permite-nos ir, por exemplo, até à Eslováquia, ou até à Ucrânia. Podemos afirmar que em 2015 o Festival Balkan Trafik se abre um pouco mais, mas diria que a nossa peculiaridade continua a ser a mesma, a diversidade.”

A cada nova edição, o Festival Balkan Trafik ganha mais adeptos, rendidos à cultura da região sudeste da Europa.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Estilista saudita Reem al Kanhal reinventa vestidos árabes tradicionais

Banda sonora da Guerra das Estrelas em 3D

Novas séries de televisão apresentadas no Festival de Monte Carlo