EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Os adultos: o novo alvo do cinema de animação

Os adultos: o novo alvo do cinema de animação
Direitos de autor 
De  Elza GONCALVES
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O cinema de animação está cada vez mais virado para os adultos. Este ano, um terço dos projetos apresentados no Fórum Cartoon Movie tem como

PUBLICIDADE

O cinema de animação está cada vez mais virado para os adultos. Este ano, um terço dos projetos apresentados no Fórum Cartoon Movie tem como público-alvo as faixas etárias mais velhas.

O evento dedicado ao cinema de animação reuniu 750 profissionais na cidade francesa de Lyon. Durante dois dias (3 e 4 de março de 2016), foram apresentados 56 projetos de 19 países. Os autores e produtores buscam financiamento, coprodutores e distribuidores.

“Este ano, a tendência são os projetos para adultos, o que é uma novidade. Podemos dizer que 33% dos projetos destinam-se aos adultos. Há uma mudança ao nível do público, uma mudança geracional. Temos uma geração ligada aos jogos de vídeo e aos livros de banda desenhada que se também se interessa pela animação”, afirmou Annick Maes, diretora do Cartoon Movie.

“Mais um dia de vida” é um dos filmes em busca de financiamento. A obra relata a independência de Angola e a guerra civil e baseia-se no livro do escritor e repórter polaco Ryszard Kapuscinski.

“O objetivo nunca foi ilustrar o livro ou fazer um filme parecido com a história do livro mas o tema é o mesmo. Kapuściński passa de repórter a escritor. Desde o início, queríamos que ‘Mais um dia de vida’ fosse um filme híbrido, uma mistura de animação e ação. É como um quebra-cabeças com várias camadas complementares”, contou Damian Nenow, um dos realizadores do filme.

“Contos extraordinários” é uma coprodução entre vários países, Espanha, Bélgica, Luxemburgo e Estados Unidos. O filme realizado por Raul Garcia está acabado, falta agora encontrar distribuidores.

“O género do Horror é algo visceral. A animação pode traduzir esse universo muito bem graças à capacidade de distorcer e transformar a realidade. O mercado da animação nesta área ainda precisa de ser mais explorado. Mas há de facto cada vez mais filmes de animação destinados aos adultos e não apenas ao público infantil”, disse o realizador espanhol.

A realizadora polaca Dorota Kobiela apresentou um filme sobre a vida de Van Gogh. Para contar a história do mestre da pintura holandesa, a equipa animou 120 telas pintadas à mão.

“Dorota Kobiela, a argumentista e realizadora principal era pintora. Ela descobriu a animação e apaixonou-se pelo género. Nessa altura, ela andava a ler as cartas de Van Gogh e achou que era uma história linda e extraordinária e quis dar vida às pinturas através de um filme de forma a combinar o amor pela pintura e o amor pela animação”, contou Hugh Welchamn, produtor e corealizador do projeto.

O filme Canadiano “Amoeba” realizado por Ricardo Curtis procura distribuidores na Europa. A obra deverá estrear em 2018. Outro dos projetos apresentados em Lyon, “The Journey of the Elephant Soliman” é uma produção alemã para crianças, rodada em 3D, que deverá estrear em 2018.

O Cartoon Movie tem o apoio da Comissão Europeia e, desde 1999, ajudou a financiar mais de 250 projetos.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Os grandes filmes dos Prémios do Cinema Europeu 2023

Monica Bellucci leva Maria Callas ao Festival de Cinema de Salónica

Realizador alemão Wim Wenders recebe Prémio Lumière em Lyon