This content is not available in your region

Museus de Viena contornam censura das redes sociais

euronews_icons_loading
Museus de Viena contornam censura das redes sociais
Direitos de autor  Francois Mori/Copyright 2018 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews

Cansados da censura à Vénus paleolítica e a outras obras de arte consideradas "sugestivas", os museus de Viena abriram uma conta na plataforma Only Fans, que permite a publicação de conteúdo explícito. As instituições querem iniciar uma discussão sobre a censura de artes nas redes sociais.

"Descobrimos, ou sabíamos, que a Only Fans é uma rede controversa, é claro, mas muito aberta à nudez. E então queríamos fazer essa reviravolta, trazer essas grandes peças de arte globais para uma rede como a Only Fans", explicou o diretor do Turismo de Viena, Norbert Kettner.

A estatueta "Vénus de Willendorf" foi censurada por um erro de algoritmo do Facebook por causa da nudez e o mesmo se passou no mês passado com um vídeo que incluía "Amantes"

“Nos nossos dias, quando a digitalização está tão avançada, em que os programas de reconhecimento de imagem não conseguem distinguir entre corpos de amantes e arte, devo dizer que é preciso inovar. O contorno de um pintor, seja Schiele ou Beckmann, deve ser reconhecido por um algoritmo para o diferenciar de uma imagem pornográfica", defendeu o diretor do Museu Leopold, Hans-Peter Wipplinger.

A conta dos museus na plataforma Only Fans, que foi um golpe publicitário por parte do Turismo de Viena, tem tido imensas subscrições, desde que foi criada no mês passado.