This content is not available in your region

Artistas georgianos apoiam Ucrânia

euronews_icons_loading
Murais de apoio aos ucranianos na capital da Geórgia
Murais de apoio aos ucranianos na capital da Geórgia   -   Direitos de autor  Eugene Garcia/Copyright 2022 The Associated Press. All rights reserved.
De  euronews

Desde o início da guerra na Ucrânia, cidades, ruas, edifícios e pontes, em todo o mundo, têm sido pintados com os símbolos da guerra.

Alguns artistas retratam os soldados ucranianos, outros retratam a realidade de quem perdeu tudo - a família, a casa, os amigos...

No entanto, surgem também mensagem de esperança e de paz.

Na Geórgia, Giorgi Gagoshidze, popularmente conhecido como Gagosha, tem demonstrado apoio aos ucranianos nas paredes da capital Tiblíssi.

Uma mulher afirma que "A guerra atual na Ucrânia é também a nossa guerra, como esta guerra vai acabar, também, por afetar o nosso país. Espero que a Ucrânia ganhe. Devemos apoiá-los, pelo menos com cartazes e bandeiras especiais."

"Apoio todas as iniciativas que apoiem a Ucrânia, incluindo estes Graffiti, que considero ser uma das melhores formas de expressão", diz um georgiano.

Outro afirma que "Quando já não há forma de os ajudar, temos de encontrar diferentes formas de apoio. O que está a acontecer na Ucrânia é um crime de guerra e um horror".

As obras de Gagosha contam, também, as histórias dos refugiados ucranianos. O artista diz que as histórias de crianças são especialmente dolorosas.

"Na minha opinião, o objetivo da arte é contar as histórias sobre as coisas que acontecem à nossa volta. Agora, os atuais acontecimentos na Ucrânia são uma grande preocupação para todos e tento expressar estes sentimentos nas minhas obras. Este mural ecoa a famosa foto que capturou uma criança a atravessar a fronteira sozinha. A sua família é apenas imaginação e não realidade", diz.

Não é apenas nas ruas da capital georgiana que se retrata a realidade ucraniana. Na localidade de Rustavi, Nika Dzamiashvili pinta as histórias de amor dos combatentes ucranianos.

" Este mural pertence ao género romântico. Retrata como um soldado se despede da sua mulher, e a rima perto dele é a obra do meu amigo. Tento deixar mensagens interessantes na cidade", sublinha.

Os artistas de rua recordam às pessoas que a guerra na Ucrânia não é apenas uma preocupação de um país. Estes murais recordam aos transeuntes o papel desempenhado pelos ucranianos na luta pela liberdade.