EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Woody Allen assina 50º filme em francês

Woody Allen
Woody Allen Direitos de autor Vianney Le Caer/Invision/AP
Direitos de autor Vianney Le Caer/Invision/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

"Coup de Chance" foi filmado em Paris com atores franceses e chega aos cinemas no outono

PUBLICIDADE

Woody Allen escolheu Paris como pano de fundo para o seu último filme "Coup de Chance", que chegará ao grande ecrã no outono.

A história de uma jovem esposa que se afunda numa teia de mentiras e adultério.

Um filme totalmente falado em francês que é também a quinquagésima longa-metragem do argumentista e realizador veterano norte-americano.

Woody Allen diz que a cidade que escolheu, Paris, tem bastantes semelhanças com a sua Nova Iorque natal.

Woody Allen, realizador:"Nova Iorque e Paris assemelham-se muito. São duas cidades apaixonantes e cheias de cultura. Repletas de grande música e de grandes sítios para visitar, grandes teatros e cinema. O que se pode filmar em Nova York, pode facilmente filmar-se em Paris e encontrar muito mais locais bonitos."

Aos 87 anos, o realizador norte-americano mostra-se ainda hesitante em pôr um fim à longa carreira.

Woody Allen, realizador:"Sinto-me tentado a que seja o meu último filme. É o meu 50º filme e é um marco importante. Penso que talvez seja um bom momento para parar, mas por outro lado, se alguém vier ter comigo e me disser 'Queremos fazer o seu filme e vamos financiá-lo', é muito difícil dizer 'não'. Portanto, não sei. Também não gosto da direção que tomou o cinema. Não gosto da ideia de trabalhar durante quase um ano num filme, para passar duas semanas nos cinemas e depois ir logo para a televisão e 'streaming'."

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Anora de Sean Baker vence Palma de Ouro em Cannes. Miguel Gomes recebe Melhor Realização com Grand Tour

Poetisa romena Ana Blandiana vence o Prémio Princesa das Astúrias de Literatura 2023

Pára, colabora e vota! Spotify está a encorajar os cidadãos a votar nas eleições europeias