EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Artista encerra pavilhão israelita na Bienal de Veneza

Ruth Patir é a artista exposta no pavilhão israelita na Bienal de Veneza
Ruth Patir é a artista exposta no pavilhão israelita na Bienal de Veneza Direitos de autor Colleen Barry/AP
Direitos de autor Colleen Barry/AP
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Após vários meses de pressão, Ruth Patir decidiu encerrar a sua exposição até que seja alcançado um cessar-fogo na Faixa de Gaza.

PUBLICIDADE

Uma artista israelita com uma exposição presente na Bienal de Veneza decidiu suspendê-la até que um cessar-fogo seja encontrado na Faixa de Gaza. A decisão segue-se a vários meses de pressão e acontece depois da mais recente escalada de tensão no Médio Oriente entre Israel e o Irão.

A comunidade artística tem feito pressão para que não seja permitido a Israel participar na Bienal, devido às ações de Israel em Gaza.

Ruth Patir, a artista em causa, decidiu assim encerrar o pavilhão israelita. A Bienal decorre até novembro e Patir diz esperar que, até lá, possam ser reunidas as condições para reabrir.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Bienal de Veneza: Leão de Ouro para a Austrália e o coletivo Maori Mataaho

Celebração ou preocupação: como é encarado o ataque de Israel no Irão?

"L'amour toujours": como uma canção de amor se tornou numa canção de ódio da direita na Alemanha