Presidente ucraniano recusa discutir um Acordo de Minsk III

Presidente ucraniano recusa discutir um Acordo de Minsk III
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Em clima de tensão crescente no leste da Ucrânia, o presidente Petro Poroshenko prossegue o périplo pela Europa, em defesa da cooperação ao abrigo

PUBLICIDADE

Em clima de tensão crescente no leste da Ucrânia, o presidente Petro Poroshenko prossegue o périplo pela Europa, em defesa da cooperação ao abrigo dos acordos de paz firmados em Minsk. Em Bruxelas, esteve reunido, com o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, que deixou críticas a Moscovo: “A parte russa não parece cumprir com os deveres que lhe correspondem. A paz, a estabilidade na Ucrânia, passam pela implementação dos acordos de Minsk.”

Na segunda-feira, Petro Poroshenko passou por Berlim, onde se encontrou com a chanceler alemã, Angela Merkel, e com o presidente francês, François Hollande. Já esta quinta-feira, em Bruxelas, insistiu na importância de se por termo à violência, retirar as armas e libertar reféns: “É muito importante coordenar os esforços da Ucrânia com a França e Alemanha. Não só são países de peso na União Europeia como representam agora o conjunto da União Europeia. Por isso, não haverá lugar a um Acordo de Minsk III.”

Ao longo das últimas horas, pelo menos sete soldados ucranianos foram mortos e 13 ficaram feridos em confrontos com os separatistas pró-russos, no leste da Ucrânia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Confrontos mortais intensificam-se no leste da Ucrânia

Financiamento da UNRWA deve manter-se para evitar uma catástrofe humanitária em Gaza

UE impõe regras ao patrocínio estrangeiro de anúncios de campanha eleitoral