EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Albânia e UE aumentam cooperação no controlo de fronteiras

Protesto contra ex-ministro albanês acusado de tráfico de droga
Protesto contra ex-ministro albanês acusado de tráfico de droga Direitos de autor REUTERS / Florion Goga
Direitos de autor REUTERS / Florion Goga
De  Isabel Silva
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O memorando de acordo entre o governo da Albânia e a União Europeia visa melhorar o controlo das fronteiras através de um projecto de cooperação operacional com a agência europeia Frontex e foi assinado, segunda-feira, em Tirana, pelo comissário europeu para a Migração.

PUBLICIDADE

Para melhorar o controlo das fronteiras externas da União Europeia, a Albânia foi convidada a participar num projecto de cooperação operacional com a agência europeia Frontex (Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira).

O memorando de acordo foi assinado, segunda-feira, em Tirana, pelo comissário europeu para a Migração e Assuntos internos, Dmitris Avramopoulos.

"A Albânia tem agora uma oportunidade histórica de unir firmemente o seu futuro ao da União Europeia. Este acordo permitirá o futuro estacionamento na Albânia de equipas da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira", explicou o membro do executivo comunitário.

Melhorar o controlo fronteiriço, sobretudo ao nível da migração e de vários tipos de tráfico, é uma das prioridades da União Europeia na, recentemente, publicada estratégia de apoio aos seis paíes dos Balcãs Ocidentais que aspiram a serem Estados-membros.

No caso da Albânia, existem grande desafios ao nível do tráfico de droga, mas também no combate à corrupção e crime organizado, tendo o governo de Edi Rama pedido, recentemente, mais apoio técnico e financeiro da União Europeia para enfrentar esses desafios.

O executivo comunitário está, actualmente, a negociar acordos semelhantes com a Sérvia e com a antiga República jugoslava da Macedónia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Holanda contra isenção de vistos para Albânia

Balcãs Ocidentais só entrarão na UE após reformas internas sérias

Albânia pede apoio da UE para as reformas