EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

"Estado da União": Macron e tensão Ucrânia-Rússia em destaque

"Estado da União": Macron e tensão Ucrânia-Rússia em destaque
Direitos de autor Andriy Dubchak/AP
Direitos de autor Andriy Dubchak/AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

A primeira edição do ano do programa sobre a atualidade europeia debruça-se, entre outras coisas, nos desenvolvimentos da escalada de tensão entre Kiev e Moscovo. Esta semana, o chefe da diplomacia europeia deslocou-se à linha da frente da crise na Ucrânia

PUBLICIDADE

O ano de 2021, que chegou ao fim, foi mais um ano complicado, com a pandemia de Covid-19 sem dar tréguas.

De acordo com os especialistas em saúde, voltar a algo que se possa parecer com a vida normal depende, em grande parte, de seguir certas regras, como estar vacinado.

A frustração entre os líderes políticos cujo trabalho passa por manter as pessoas seguras levou a uma reação improvável do presidente francês. Emmanuel Macron disse estar determinado em "chatear" os compatriotas não vacinados "até ao fim", caso continuem a recusar a vacinação.

Este é um dos assuntos em destaque nesta edição de "Estado da União", onde também acompanhamos os desenvolvimentos relacionados com a tensão a leste, entre a Ucrânia e a Rússia.

As tropas ucranianas continuam em alerta máximo, perante a ameaça persistente de uma invasão russa.

Esta semana, Josep Borrell visitou a região do Donbass, naquela que foi a primeira viagem de um chefe da diplomacia europeia desde o início do conflito.

Borrell não esconde o desagrado com Washington e Moscovo, que colocaram a União Europeia de parte nas negociações diplomáticas que vão decorrer em Genebra, na próxima semana.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Josep Borrell prepara saída de cena com visitas aos países bálticos

Ex-deputada ucraniana morta a tiro em Lviv

Chipre celebra 50 anos da invasão turca