EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ucrânia tem um longo caminho pela frente antes de chegar à UE

Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia
Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia Direitos de autor Bernat Armangue/Copyright 2022 The Associated Press
Direitos de autor Bernat Armangue/Copyright 2022 The Associated Press
De  Nara Madeira com AP, AFP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, pede "reformas" e "união" ao parlamento ucraniano no caminho para a adesão à UE.

PUBLICIDADE

A Presidente da Comissão Europeia discursou, por videoconferência, perante o parlamento ucraniano. A adesão da Ucrânia à União Europeia não está garantida, o país tem "um longo caminho pela frente", mas Ursula von der Leyen fez questão de frisar a coragem com que o país está a combater o inimigo e prometeu não baixar os braços.

"O exército de Putin ainda está a matar os vossos irmãos e irmãs. Continua a ocupar as vossas terras, roubando os vossos cereais e bombardeando as vossas cidades. Vocês estão a ripostar corajosamente. E a Europa irá apoiar a Ucrânia o tempo que for preciso. Não descansaremos até que vocês prevaleçam".
Ursula von der Leyen
Presidente da Comissão Europeia

Ursula von der Leyen apelou aos deputadostrabalho árduo, determinação e para se unirem no sentido de concretizarem as reformas exigidas por Bruxelas. 

A líder europeia sublinhou a necessidade do país implementar leis anti-corrupção, nomear um procurador-chefe que trabalhe nesse sentido e um chefe para a Direcção Nacional Anti-Corrupção, de reformar o Tribunal Constitucional, implementar a lei que limita a influência dos oligarcas e aprovar uma regra sobre a independência dos meios de comunicação social. 

"Prevenir e combater a corrupção tem estado no topo da vossa agenda desde os protestos da Praça Maidan. Criaram uma impressionante máquina anticorrupção. Mas agora estas instituições precisam de coragem e das pessoas certas em cargos de topo".
Ursula von der Leyen
Presidente da Comissão Europeia

Volodymyr Zelenskyy também pediu à assembleia trabalho "conjunto" para as reformas necessárias para a adesão à União Europeia. O presidente ucraniano garantiu que não vão parar até alcançarem este objetivo e vencerem a guerra iniciada pela Rússia.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Putin dá ordens a militares para avançarem no leste da Ucrânia

Rússia diz ter assumido o controlo de Lysychansk mas Kiev nega

Lysychansk "completamente" cercada