This content is not available in your region

Múrcia elabora protocolo para integrar refugiados e ganha prémio

De  Aurora Velez  & euronews
Múrcia elabora protocolo para integrar refugiados e ganha prémio
Direitos de autor  euronews   -  

Em 2017, a Região de Múrcia concebeu um protocolo entre as ONG que acolhem refugiados e o instituto de emprego para acelerar a integração profissional dos refugiados. 

O protocolo foi galardoado com um Prémio RegioStars da União Europeia pela sua simplicidade e eficácia.

"A simplicidade funciona. Funcionários públicos e profissionais altamente qualificados que conhecem os grupos alvo e estabelecem a melhor forma e a forma mais simles de gerir os recursos. É por isso que este protocolo foi premiado, tal como o protocolo para a violência de género premiado no ano passado pela sua simplicidade e facilidade de gestão para a administração pública local", explicou a diretora adjunta para o Emprego e Formação do Instituto de Emprego e Formação em Múrcia.

Mais de 650 pessoas tiveram acesso ao protocolo de integração

"Em geral, temos pessoas de diferentes nacionalidades. O coletivo latino-americano é muito importante, por exemplo, temos colombianos e venezuelanos e também marroquinos, sírios e afegãos. Mais de 650 pessoas tiveram acesso ao protocolo. Muitos ainda estão connosco, continuam a candidatar-se a empregos, procuram um melhor emprego, e nós continuamos a atendê-los e isso é também muito importante. Por exemplo, a última fase que estamos a desenvolver cuidadosamente tem como alvo refugiados ucranianos que vêm para a Região de Múrcia. Há 93 pessoas nessa situação", contou a responsável.