EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Utilizadores da rede social X podem publicar conteúdos para adultos consensuais

FICHEIRO - A página de abertura do X é apresentada num computador e num telemóvel.
FICHEIRO - A página de abertura do X é apresentada num computador e num telemóvel. Direitos de autor AP Photo/Rick Rycroft, File
Direitos de autor AP Photo/Rick Rycroft, File
De  Euronews com AP
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Artigo publicado originalmente em inglês

A rede social X permite que os utilizadores publiquem conteúdos consensuais para adultos, formalizando uma política anterior do Twitter.

PUBLICIDADE

A rede social X, de Elon Musk, vai permitir a publicação e exibição de conteúdos consensuais para adultos, desde que estejam claramente identificados. A política já estava em vigor quando a plataforma se chamava Twitter, antes de Musk a adquirir em 2022.

"Pode partilhar nudez ou comportamento sexual de adultos produzidos e distribuídos de forma consensual, desde que estejam devidamente identificados e não sejam exibidos de forma proeminente", lê-se numa atualização do sítio Web.

"Acreditamos que os utilizadores devem poder criar, distribuir e consumir material relacionado com temas sexuais, desde que seja produzido e distribuído de forma consensual. A expressão sexual, seja visual ou escrita, pode ser uma forma legítima de expressão artística", continua.

Embora os conteúdos para adultos fossem permitidos no Twitter antes de Musk o assumir, não existia uma política oficial em vigor.

A rede social X indicou que está a restringir o conteúdo adulto para crianças e para utilizadores adultos que optam por não o ver.

"Também proibimos conteúdos que promovam a exploração, o não consentimento, a objetificação, a sexualização ou os danos a menores e os comportamentos obscenos", diz um comunicado. Acrescentou ainda que não permite a partilha de conteúdos para adultos em locais "altamente visíveis", como as fotografias de perfil dos utilizadores ou os banners.

A política da X contrasta com a de outras plataformas de redes sociais, como o Instagram e o Facebook da Meta, bem como o TikTok e o YouTube da Google.

"O facto de a plataforma permitir 'conteúdos para adultos' enquadra-se bem na estratégia de marketing da empresa pós-Musk", afirmou Brooke Erin Duffy, professora associada de comunicação na Universidade de Cornell.

"O X é provocador sem remorsos e tem procurado distinguir-se dos concorrentes 'seguros para a marca'".

A empresa parece estar a cortejar pessoas, incluindo criadores e artistas, que foram marginalizados por outras plataformas de redes sociais que têm directrizes que restringem a nudez ou a expressão sexual, acrescentou.

A política aplica-se tanto a material real como a material gerado por inteligência artificial.

A rede social X pede aos utilizadores que publicam regularmente conteúdos para adultos que alterem as suas definições de multimédia para colocar todas as suas imagens e vídeos atrás de um aviso de conteúdo. Isto exige que os utilizadores reconheçam que querem ver a imagem publicada antes de a poderem ver.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

O que significa uma lei de vigilância dos EUA para a privacidade dos dados europeus

YouTube e X não atuaram contra a desinformação antes da votação na UE, diz relatório

Apple revela novas funcionalidades de inteligência artificial e acordo com a OpenAI