This content is not available in your region

"Quando o design se baralha"

euronews_icons_loading
"Quando o design se baralha"
Direitos de autor  euronews
De  Teresa Bizarro
Tamanho do texto Aa Aa

Objetos impossíveis, erros assustadores, objetos improváveis ou atos falhados. A exposição "Falhanços! Quando o design se baralha" é muito mais do que uma provocação.

A própria exposição é um ato falhado. Devia ter sido inaugurada em dezembro, mas o espaço cultural de Saint Etienne, em França, permanece fechado devido à pandemia. Sem poder receber visitas na capital francesa do design, a exposição abriu agora portas virtuais e pode ser visitada online até 10 de março.

Errar, falhar, fracassar

Sylvie Sauvignet é a coordenadora da exposição e diz que encontrou no humor a abordagem ideal para um tema de que à partida ninguém quer falar. Lembra que "o fracasso é útil" porque nos oferece conhecimento e que os erros são momentos ímpares em termos de criação e inovação, no designo ou em qualquer outra área.

O design "baralha-se" em três partes: Indisponíveis, improváveis e desconfortáveis.

Jacques Carelman publicou em 1969 o catálogo de objetos indisponíveis. Começou por ser uma paródia às vendas por catálogo, mas rapidamente se tornou num objeto de culto e as referências do artista merecem destaque na exposição.

Para Sylvie Sauvignet, com Carelman, os objetos são mais do que isso. São pedaços de humor e poesia. São peças de um mundo surrealista, como a cadeira can-can de perna levantada, ou a de faquir com pregos no assento. Ou ainda o soutien da trapezista, dezenhado para quem passa a vida de pernas para o ar.

Informações úteis:

As visitas guiadas são feitas apenas em francês, duram entre 30 e 45 minutos e estão limitadas a 15 pessoas ligadas por videoconferência.

Bilhete normal: 4,50€

Taxa reduzida (ver condições no site): 2 €