EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Reabertura da Catedral de Notre-Dame prevista para dezembro de 2024

Trabalhos de reconstrução da Catedral de Notre-Dame em Paris
Trabalhos de reconstrução da Catedral de Notre-Dame em Paris Direitos de autor Francois Mori/Copyright 2020 The AP. All rights reserved
Direitos de autor Francois Mori/Copyright 2020 The AP. All rights reserved
De  euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Trabalhos de estabilização estrutural do edifício terminaram em 2022 e as obras de restauro avançam a bom ritmo, de acordo com o responsável militar que dirige o projeto

PUBLICIDADE

A Catedral de Notre-Dame em Paris deverá reabrir para visitantes e missas no final de 2024.

A reabertura está prevista menos de seis anos após o incêndio que devastou o telhado do edifício.

Tudo aponta para que o projeto de restauração venha a cumprir o prazo de reabertura de Dezembro de 2024 fixado pelo presidente Emmanuel Macron logo após o incidente. Infelizmente, a Catedral não estará totalmente pronta para acolher visitantes durante os Jogos Olímpicos de Paris previstos para o Verão do mesmo ano.

"O meu objetivo é reabrir a Catedral em 2024 - e fá-lo-emos", afirma o General Georgelin, o responsável militar encarregado de gerir o projeto de reconstrução.

"Estamos a lutar todos os dias por isso e estamos num bom caminho", sublinhou o alto funcionário.

O Ministro francês da Cultura Abdul-Malak disse que embora a catedral esteja aberta ao público, isso "não significa que todas as obras de renovação tenham terminado". O ministro acrescentou que "ainda haverá algumas obras de renovação em curso durante 2025".

Reabilitação da catedral de Notre-Dame

A reconstrução do ícone parisiense tem sido uma tarefa enorme. O projeto começou em 2022, depois de mais de dois anos de trabalho para tornar o monumento estável e seguro o suficiente para que os especialistas o começassem a reconstruir.

As autoridades optaram por reconstruir a obra-prima da arte gótica do século XII, tal como era antes. Isto inclui a recriação da espiral de 96 metros de altura do século XIX, concebida pelo arquitecto Eugene Viollet-le-Duc.

A peça central da catedral, que ruiu no incêndio, irá reaparecer sobre o monumento este ano, num sinal claro que antecede a rebertura deste monumento emblemático da capital francesa.

"O regresso da espiral à linha do horizonte de Paris será, na minha opinião, um sinal claro de que estamos a ganhar a batalha de Notre Dame", diz o General Georgelin.

Estima-se que cerca de um milhar de pessoas em todo o país esteja a trabalhar diariamente na restauração da Catedral de Notre-Dame.

"Temos muitas obras diferentes a realizar: a estrutura, a pintura, os blocos de pedra, a abóbada, o órgão, os vitrais e assim por diante", explica Georgelin.

Uma nova exposição sobre Notre-Dame

Uma exposição intitulada "Notre-Dame de Paris: no coração do estaleiro de construção" presta homenagem às centenas de artesãos que trabalham na reconstrução. 

A exposição abre ao público a partir de 7 de Março numa instalação subterrânea localizada em frente ao edifício e a entrada é gratuita.

O evento coloca em destaque as operações de restauro em curso mostrando a perícia e as competências dos especialistas artesanais ao mesmo tempo que exibe algumas obras de arte resgatadas do incêndio.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Reconstrução de Notre Dame alcança etapa fundamental com a colocação de treliças no telhado

Coro regressa à Catedral de Notre-Dame

Túnel subaquático vai ligar Dinamarca à Alemanha e substituir 45 minutos de ferry por sete minutos de comboio