A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Vídeo

Ibrahim Boubacar Keïta referiu que as forças de segurança do país devem estar sempre prontas para intervir pois o Mali atravessa um período de guerra e não de paz. O massacre em Ogossagou fez, pelo menos, 160 mortos.