Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Transiberiano: A maior das viagens

Transiberiano: A maior das viagens
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

De Moscovo até à fronteira da China – o Transiberiano percorre a mais longa linha ferroviária do mundo. O Russian Life embarcou numa viagem de 9 mil quilómetros.

Em cada dois dias, precisamente à meia-noite, o comboio Rossiya parte de Moscovo em direção a Vladivostok. Dura uma semana a viagem que cativa passageiros de todo o mundo, como Robert Bird, de Inglaterra: “é a mais longa viagem de comboio que existe. Portanto, há que fazê-la. Pela viagem em si, pelas paisagens, pelos sítios por onde nunca passei. É fascinante.”

Por estes dias, estas carruagens tornam-se numa segunda casa para centenas de passageiros. Como passar o tempo? É a primeira pergunta que se coloca. A maquinista Irina Savina afirma haver “muito poucos passageiros a fazer, de uma só vez, o trajeto Moscovo-Vladivostok. Aqueles que o fazem têm de estar preparados física e mentalmente. Não é fácil passar uma semana inteira num comboio. Mas fazemos tudo ao nosso alcance para tornar a viagem o mais agradável possível.”

Na primeira e segunda classes, existem compartimentos para dois ou quatro passageiros. É a opção mais procurada pelos turistas estrangeiros e pelos empresários que preferem este meio de transporte ao avião para se deslocarem entre os centros de negócios russos.

Há cerca de sessenta estações entre Moscovo e Vladivostok. Alguns aproveitam o tempo de paragem para esticar as pernas. Outros saem para visitar as localidades e retomam o Transiberiano mais tarde. Os mais aventurosos viajam em terceira classe, a “platzkart”, carruagens sem compartimentos fechados, onde o convívio é praticamente obrigatório.

Ao longo das várias paragens, muitos passageiros aproveitam para visitar a histórica cidade siberiana de Ecaterimburgo ou ir até um dos maiores lagos do mundo, o Baikal, antes de se dirigirem para a Mongólia e para China. Qualquer que seja o destino ideal, o Transiberiano oferece algo para quase todos os gostos.