A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Palestinianos reagem de formas opostas ao voto no parlamento francês

Palestinianos reagem de formas opostas ao voto no parlamento francês
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O voto do parlamento francês a favor do reconhecimento do Estado palestiniano é visto de formas diferentes na Cisjordânia e em Israel. Em Ramala, na cidade-sede da autoridade palestiniana, ouvem-se palavras de esperança:

“A França pertence à União Europeia e apoia os palestinianos. Para algumas pessoas é apenas um passo simbólico mas é muito importante para o povo palestiniano.”

Em Netanya, a norte de Telavive, ouvem-se outras palavras. Para muitos, a moção aprovada em Paris é prejudicial para as negociações entre os dois povos:

“Penso que o voto do parlamento francês não é nada bom porque não vai ajudar nas discussões entre israelitas e palestinianos.”

Em Washington, o departamento de Estado recordou que esta moção não é vinculativa para a política do governo de Paris e sublinhou que os Estados Unidos preferem negociações diretas entre os representantes dos dois povos.