Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Violência no futebol não tem fronteiras

Violência no futebol não tem fronteiras
Tamanho do texto Aa Aa

Vinte e três feridos, 20 dos quais agentes de polícia, e três detenções. É o balanço do mais recente episódio de violência no futebol, em Guadalajara, no México.

Na origem da injustificável fúria dos adeptos esteve a eliminação do Atlas nos quartos-de-final do campeonato mexicano depois de perder em casa por 2-0 frente ao Monterrey.

Os adeptos da equipa de Guadalajara esperavam festejar a passagem às meias-finais depois de terem vencido por 1-0 no terreno do seu adversário no encontro da primeira mão mas os seus planos saíram furados.

De acordo com algumas testemunhas, o aparato policial era manifestamente insuficiente para o número de adeptos presentes no Estádio Jalisco.

Apesar de tudo, a ação da polícia permitiu a saída dos adeptos da equipa visitante, que irá agora defrontar o Club América.