Última hora
This content is not available in your region

Papa denuncia exílio forçados dos cristãos no Médio Oriente

Papa denuncia exílio forçados dos cristãos no Médio Oriente
Tamanho do texto Aa Aa

O Papa Francisco denunciou o exílio forçado dos cristãos no Médio Oriente, devido à ofensiva do grupo extremista Estado Islâmico, e apelou a uma grande “convergência internacional” para resolver a situação.

A mensagem foi transmitida pelo arcebispo francês de Lyon, Philippe Barbarin, de visita à comunidade cristã de Mossul refugiada em Erbil, capital do curdistão iraquiano.

No vídeo divulgado durante a cerimónia, o Papa frisou que “cristãos e yazidis foram expulsos à força das suas casas, tiveram de deixar tudo para trás para salvar as próprias vidas, mas não renegaram a sua fé. Como líderes religiosos, devemos denunciar todas as violações da dignidade e dos direitos humanos”.

O arcebispo de Lyon chegou a Erbil acompanhado por uma delegação de uma centena de pessoas para uma visita por ocasião da Festa da Imaculada Conceição, assinalada a 8 de dezembro.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.