EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

Fogo dificulta operações em ferry incendiado

Fogo dificulta operações em ferry incendiado
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com Reuters, APTN, ANSA
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Algumas partes do ferryboat Norman Atlantic continuam a arder, o que está a dificultar o trabalho dos socorristas.

PUBLICIDADE

No porto italiano de Brindisi, as autoridades continuam à procura das causas do incêndio a bordo do ferry Norman Atlantic.

Teme-se que o interior do navio esconda mais corpos, já que podia haver clandestinos a bordo.

Várias partes do navio continuam a arder, o que está a dificultar o trabalho dos bombeiros e socorristas: “A parte de baixo está muito quente, mas continuamos à procura de corpos. Os investigadores continuam à procura, nunca parámos e vamos continuar”, explica Mario Valente, comandante da guarda costeira de Brindisi.

O ferryboat, de pavilhão italiano, tinha sido fretado pela companhia grega Anek Lines para fazer a ligação entre Patras, na Grécia, e Ancona, em Itália.

O incêndio aconteceu no dia 28 de dezembro. A única certeza é que 11 pessoas morreram. Até agora, foram encontrados nove corpos.

Os investigadores procuram eventuais sinais de negligência na causa do incêndio ou nas operações de evacuação.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Chuvas torrenciais provocam inundações e caos no norte de Itália

Centenas de residentes em Veneza manifestam-se contra “taxa de entrada” para turistas

Ministro do Interior britânico visita Itália para discutir formas de lidar com a imigração ilegal