EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Separatistas celebram Debaltseve e atacam Marioupol

Separatistas celebram Debaltseve e atacam Marioupol
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Após a batalha de Debaltseve pelo menos 90 soldados ucranianos foram feitos prisioneiros, 82 estão desaparecidos e 13 mortos.

PUBLICIDADE

No dia seguinte à retirada das tropas ucranianas de Debaltseve, é com expressões de alegria que os combatentes rebeldes celebram a conquista militar deste território, após terem desalojado as forças regulares de Kiev cercadas durantes vários dias.

“Nós fomos os primeiros a entrar através do anel e lutamos contra eles, já no interior, e acabamos por vencê-los por todos os lados”, vangloria-se este rebelde.

O controle da cidade é uma vitória importante para os independentistas visto tratar-se de um núcleo rodoviário e ferroviário crucial entre Donetsk e Luhansk o coração da zona separatista.

Segundo fontes do exército ucraniano após a operação de Debaltseve pelo menos 90 soldados foram feitos prisioneiros e 82 estão desaparecidos, 13 foram mortos e várias dezenas ficaram feridos.

“Às vezes mais homens aparecem aqui, em pequenos grupos. Andam por aí a pé. Alguns perderam as suas unidades. Outros estavam a cobrir a retirada dos camaradas e ficaram para trás”.

O acordo de cessar-fogo continua a ser violado. Esta quinta-feira, os separatistas lançaram ataques de obus e roquetes contra a cidade portuária de Marioupol e tiros foram igualmente registados em Debaltseve.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Kiev quer forças da paz no leste da Ucrânia

Um ano depois, famílias querem justiça pelas vítimas em Maidan

Leste ucraniano: As datas de um conflito sangrento ( cronologia )