Última hora
This content is not available in your region

Em Düsseldorf só Leandra Freitas sorriu mas pouco

Em Düsseldorf só Leandra Freitas sorriu mas pouco
Tamanho do texto Aa Aa

Leandra Freitas foi a única portuguesa a festejar uma vitória na jornada inaugural do Grande Prémio de Düsseldorf mas que não foi suficiente para ir além da segunda ronda nos -48 kg.

A algarvia entrou com uma vitória frente à argelina Hadjer Mecerem, Monica Ungureanu provou ser demasiado forte. A categoria foi ganha por Charline Van Snick, que se impôs na final a Urantsetseg Munkhbat para conquistar a final.

Nos -52 kg a chinesa Yingnan Ma dominou por completo a final frente a Misato Nakamura e mostrou que atravessa um excelente momento de forma. A semana passada tinha ganho o Open de Oberwart, na Áustria.

Joana Ramos foi eliminada no primeiro combate pela italiana Odette Giuffrida.

Rafaela Silva confirmou o domínio nos -57 kg com uma vitória por ippon frente a Sumiya Dorjsuren. Há mais de um ano que a brasileira não subia ao lugar mais alto do pódio numa grande competição internacional.

Nos homens dominaram os japoneses, com duas vitórias em outras tantas finais. Toru Shishime nos -60 kg, Kengo Takaichi nos -66 kg.

Foi entre os mais pesados que entraram em ação os dois portugueses. Sergiu Oleinic e Diogo César foram ambos eliminados no primeiro combate por Tal Flicker e Bence Zambori, respetivamente, ambos por ippon.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.