EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Presidente ucraniano confirma retirada de armas rebeldes

Presidente ucraniano confirma retirada de armas rebeldes
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

O presidente Petro Poroshenko confirmou que os rebeldes retiraram uma boa parte do armamento pesado da frente de batalha.

PUBLICIDADE

O processo de paz no leste da Ucrânia está a avançar. É o próprio presidente ucraniano Petro Poroshenko que confirma que os rebeldes armados pró-russos retiraram já uma grande parte da artilharia pesada.

Poroshenko diz que o exército ucraniano está também a cumprir a parte do acordo que lhe toca, com a retirada da grande maioria da artilharia pesada da frente de batalha.

No entanto, ambos os lados continuam a denunciar violações aos acordos de Minsk.

Os comandantes rebeldes acusam as tropas ucranianas de continuarem os bombardeamentos. Um deles diz até, com alguma ironia, que isso é porque ainda têm munições para gastar.

As acusações vêm também do lado do governo da Ucrânia. Poroshenko confirmou que 64 soldados ucranianos foram mortos desde que o cessar-fogo entrou em vigor, no dia 15 de fevereiro.

Poroshenko acusa também os rebeldes de aproveitarem a trégua para reagrupar as tropas e preparar novos ataques.

Russian forces attacked #Shirokino from 120 mm mortars, while Ukraine withdrew their heavy arms from the area in accordance with agreement.

— Ukraine Reporter (@StateOfUkraine) March 9, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Maior hospital pediátrico de Kiev alvo de ataque russo

Ucrânia atinge com drones depósito de munições no interior da Rússia

Pelo menos cinco mortos em ataque russo com mísseis a Dnipro