Dar alimento ao cérebro

Dar alimento ao cérebro
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button

Acontecimentos como a Expo Milão 2015 reúnem especialistas que tentam encontrar respostas para um problema global: acabar com a fome, preservando os

PUBLICIDADE

Acontecimentos como a Expo Milão 2015 reúnem especialistas que tentam encontrar respostas para um problema global: acabar com a fome, preservando os recursos naturais. A educação é uma das principais frentes de intervenção. Três projetos mostram como uma alimentação saudável e sustentável pode fazer a diferença no processo de aprendizagem.

Butão: Comida orgânica para todos

As orações da manhã dão o arranque. Esta escola primária na capital, Thimphu, foi uma das primeiras no Butão a aderir ao Feeding Program, uma iniciativa que foi implementada neste país em 2009. Aqui, as famílias dos alunos mais confortáveis economicamente contribuem todos os meses com alimentos básicos para a escola, como o arroz. Os legumes, por exemplo, são cultivados numa horta no próprio recinto.

Portugal: Uma horta para vencer

Cultivar a terra é uma atividade pedagógica que se tornou essencial nesta escola em Ferreiros, em Vila Real. Os alunos aprendem o bê-á-bá de como cuidar dos legumes, das frutas, dos animais, num espaço de agricultura biológica que foi criado há já 11 anos. E aprendem também a cozinhar o que produzem. Assim temos “chefes” de 5 anos a decidir o que fazer com os ovos que acabaram de recolher…

Senegal: Incentivar a cultura local

Khadija e a mãe cozinham cuscuz. Graças às formações de uma organização chamada PAFA, estas mulheres têm aprendido a diversificar o mais possível os ingredientes nas refeições diárias, recorrendo a produtos locais habitualmente menos utilizados aqui, como o feijão-frade ou o milho. A crescente procura de cereais constitui uma oportunidade de trabalho que muitos jovens decidiram agarrar, num país onde as taxas de desemprego são avassaladoras.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Oposição já festeja vitória nas presidenciais do Senegal

Crianças ucranianas enfrentam traumas devido ao conflito com a Rússia

O segredo da Dinamarca para ter uma das taxas mais baixas de bullying na Europa