A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Autoridades sírias tentam proteger cidade antiga de Palmira face ao EI

Autoridades sírias tentam proteger cidade antiga de Palmira face ao EI
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Centenas de estátuas da cidade histórica de Palmira, na Síria, foram removidas e transportadas para local seguro, numa tentativa de evitar a destruição das antiguidades pelos membros do autodenominado grupo Estado Islâmico.

O jihdistas controlam, atualmente, um terço da cidade e prosseguem os combates de rua. Vários edifícios oficiais caíram nas mãos dos islamitas, depois de o exército se ter retirado.

No local, habitantes contactos pela agência francesa France Presse dizem ter “muito medo” dos jihadistas, que desde o fim de semana tentam tomar o controlo total da cidade síria.

Segundo as últimas informações, os extremistas estarão localizados, sobretudo, na parte norte de Palmira. A zona antiga, classificada pela Unesco como Património Mundial da Humanidade situa-se no sudoeste.