EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Cameron: Perigo de atentado terrorista na Grã-Bretanha é elevado

Cameron: Perigo de atentado terrorista na Grã-Bretanha é elevado
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O primeiro-ministro britânico falou no parlamento sobre o atentado na Tunísia, em que morreram pelo menos 18 britânicos.

PUBLICIDADE

A ameaça terrorista no Reino Unido é cada vez maior. O primeiro-ministro David Cameron falou no parlamento britânico e prometeu uma luta implacável contra o terrorismo, depois da morte de pelo menos 18 cidadãos britânicos (com a identificação dos corpos a decorrer, o número pode chegar a 30) no atentado mortífero de sexta-feira, na Tunísia, e com o décimo aniversário dos ataques de Londres em 2005 a aproximar-se.

“Aqui, no Reino Unido, o nível de alerta mantém-se elevado, o que significa que a probabilidade de um atentado terrorista é muito alta. Até que tenhamos vencido esta ameaça, temos de nos mostrar decididos, como país, e continuar a viver as nossas vidas. Não é uma guerra entre o Islão e o Ocidente, como quer o chamado Estado Islâmico. É uma luta que vai durar gerações, entre uma minoria que quer que o ódio floresça e o resto de nós, que quer que a liberdade prospere”, disse Cameron.

O atentado na Tunísia, que aconteceu ao mesmo tempo que outros atos terroristas em França e no Kuwait, foi o mais grave contra cidadãos britânicos desde os ataques bombistas nos transportes públicos de Londres em julho de 2005. Cameron garante que há, neste momento, várias equipas a trabalhar nas operações de contraterrorismo para evitar um ataque em solo britânico.

Britain is a nation united in shock and grief - but we will not be cowed. My article in today's @Telegraph: https://t.co/Hk5zE6xsZB

— David Cameron (@David_Cameron) June 29, 2015

Britain is a nation united in shock and grief - but we will not be cowed. My article in today's @Telegraph: https://t.co/Hk5zE6xsZB

— David Cameron (@David_Cameron) June 29, 2015

We will defeat the terrorists - my statement this morning on the terrible events in Tunisia: https://t.co/7xCcLqDSgI

— David Cameron (@David_Cameron) June 27, 2015

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Tunísia: Ministros homenageiam vítimas de Sousse

Ex-militar suspeito de terrorismo em fuga no Reino Unido

O Reino Unido vai acrescentar o grupo Wagner à lista de organizações terroristas