EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Otimismo no Eurogrupo face às propostas de Atenas

Otimismo no Eurogrupo face às propostas de Atenas
Direitos de autor 
De  Ricardo Figueira com REUTERS
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Tudo indica que esta reunião vai significar um acordo entre Atenas e os credores.

PUBLICIDADE

A Comissão Europeia, O Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Banco Central Europeu (BCE) consideram que as novas propostas da Grécia são uma boa base para negociação. É esse o sentimento dos credores, durante esta reunião extraordinária do Eurogrupo que pode, finalmente, desbloquear o dinheiro de que o país precisa para se manter à tona de água.

O otimismo parece dominar o ambiente e a diretora-geral do FMI, Christine Lagarde, não foge à regra: “Estamos aqui para fazer muitos progressos”, disse.

O Comissário Europeu para os Assuntos Económicos e Financeiros, Pierre Moscovici, está também confiante num acordo: “Em nome da Comissão Europeia, o que vou fazer é apresentar, em primeiro lugar, a análise dos riscos financeiros para a Zona Euro. Em segundo lugar, a análise da sustentabilidade da dívida grega e, em terceiro lugar, as necessidades importantes para satisfazer este programa. É nessa base que os ministros vão tomar as decisões”.

Extraordinary #Eurogroup - @pierremoscovici "Today is an important day for Europe" #Greecehttp://t.co/qvnBl7QlQipic.twitter.com/6gRah4L3Yg

— EU Council TV News (@EUCouncilTVNews) July 11, 2015

#Eurogroupe#Grèce : programme de réformes grec peut constituer base d'accord pour un nouveau plan d'aide @EU_Commission

— Pierre Moscovici (@pierremoscovici) July 11, 2015

O ministério alemão das Finanças desmentiu as notícias de que o ministro Wolfgang Schäuble estaria contra as novas propostas de Atenas e não pretenderia continuar a negociar.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Gregos receosos quanto ao futuro

Grécia: Parlamento aprova propostas do Governo aos credores

Senado aprova aumento do teto da dívida dos EUA