EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Centenas de húngaros manifestaram-se contra construção de muro anti-imigrantes

Centenas de húngaros manifestaram-se contra construção de muro anti-imigrantes
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Centenas de pessoas manifestaram-se em Budapeste esta terça-feira contra a decisão do governo húngaro de construir um muro na fronteira com a Sérvia

PUBLICIDADE

Centenas de pessoas manifestaram-se em Budapeste esta terça-feira contra a decisão do governo húngaro de construir um muro na fronteira com a Sérvia. O objetivo é travar a entrada de imigrantes no país. A sociedade húngara está dividida, mas os manifestantes garantem que a medida é desumana.

Márk Zoltán Kékesi, ativista da associação Migrant Solidarity, espera que “este muro não chegue a ser construído até ao fim: para além de ser muito caro, não traz qualquer benefício e conduz a Hungria a uma situação embaraçosa, deixa o país isolado, não faz sentido”.

Mas a construção desta obra, que deve custar 21 milhões de euros, já arrancou, esta segunda-feira. A correspondente da euronews em Budapeste, Andrea Hajagos lembra que “quando os organizadores anunciaram esta manifestação ainda não sabiam que a construção do muro na fronteira entre a Sérvia e a Hungria já tinha começado a ser construído”.

Os trabalhos arrancaram então esta segunda-feira. O muro de quatro metros de altura, vai ter para já 150 metros de comprimento, mas o executivo húngaro já garantiu que, se tudo correr bem, vai ter 175 quilómetros de comprimento, ou seja, vai percorrer toda a fronteira com a Sérvia, um país que aspira a juntar-se à União Europeia e que já apresentou um protesto por este plano.

Outro Estado-membro da União Europeia, a Bulgária, ergueu um muro ao longo de 30 dos 240 quilómetros da fronteira com a Turquia, para impedir a entrada de imigrantes. O executivo búlgaro espera prolongá-lo por mais 82 quilómetros ainda este ano.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Televisão pública húngara emite debate político pela primeira vez em 18 anos

Na Hungria, uma nova oposição liderada por Péter Magyar desafia Viktor Orbán

Opositor de Orbán mobiliza milhares em manifestação anti-governo