Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Postcards do Cazaquistão: A fé e o amor de Aisha Bibi

Postcards do Cazaquistão: A fé e o amor de Aisha Bibi
Tamanho do texto Aa Aa

Taraz é uma das mais antigas cidades do Cazaquistão. Há vários pontos históricos aqui que estão a ser restaurados. Um deles é o mausoléu Aisha Bibi, cuja origem remonta aos séculos 11 e 12.

O mausoléu de Aisha Bibi em resumo:

  • Foi construído entre os séculos 11 e 12
  • O restauro começou em 2002
  • Segundo a lenda, um governante construiu-o para a sua amada
  • A mulher, Aisha Bibi, foi morta por uma serpente quando ia ao seu encontro
  • Muitos casais visitam o local no dia do matrimónio para trazer boa sorte

O trabalho de recuperação do monumento e dos jardins arrancou em 2002, para que as próximas gerações também possam usufruir de Aisha Bibi.

Reza a lenda que um antigo governante mandou construi-lo em honra de uma jovem mulher por quem se apaixonou. Mas ela foi morta por uma serpente, quanto tentava ir ao seu encontro, contrariando a vontade dos pais. “O monumento medieval é dedicado à fé e ao amor. É um talismã sagrado”, considera o especialista Zhadyrayev Zhemisbek.

É exatamente por isso que vários casais se dirigem aqui no dia do matrimónio, para trazer boa sorte à sua união.