EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Ricardo Salgado em prisão domiciliária

Ricardo Salgado em prisão domiciliária
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Depois de 13 horas de interrogatório, o juiz Carlos Alexandre decidiu colocar Ricardo Salgado em prisão domiciliária, com vigilância policial.

PUBLICIDADE

Depois de 13 horas de interrogatório, o juiz Carlos Alexandre decidiu colocar Ricardo Salgado em prisão domiciliária, com vigilância policial. O antigo presidente do Banco Espírito Santo (BES) e Grupo Espírito Santo (GES) é acusado de burla qualificada, falsificação de documentos, falsificação informática, branqueamento, fraude fiscal qualificada e corrupção no setor privado.

No exterior do Tribunal Central de Instrução Criminal (TCIC), em Lisboa, o advogado de Ricardo Salgado, Francisco Proença de Carvalho anunciou: “O nosso entendimento é que se trata de uma medida bastante desproporcional e, portanto, com todo o respeito por aquilo que é o Estado de Direito e pelas regras, que é isso por que nos batemos todos os dias, vamos apresentar seguramente um recurso”.

Salgado já tinha sido interrogado e constituído arguido pelo Ministério Público, na segunda-feira, no âmbito da investigação “Universo Espírito Santo”, tendo na altura lhe sido aplicada a medida de coação mais leve: o Termo de Identidade e Residência.

No âmbito da investigação “Universo Espírito Santo” foram constituídos seis arguidos.
Salgado era já arguido no Caso Monte Branco. Na altura, pagou uma fiança de 3 milhões de euros para sair em liberdade.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Abramovich financiou Putin através de offshore em Chipre, denuncia investigação

Ativistas russos lançaram ataque cibernético ao setor bancário da Chéquia

"Êxodo" de banqueiros de Londres após Brexit