EventsEventos
Loader

Find Us

FlipboardLinkedin
Apple storeGoogle Play store
PUBLICIDADE

ONU condena ataque aéreo no sul do Iémen

ONU condena ataque aéreo no sul do Iémen
Direitos de autor 
De  Euronews com Reuters
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Pelo menos cento e trinta e um mortos, na sua maioria mulheres e crianças, é o balanço de um ataque aéreo ocorrido num casamento que decorria no

PUBLICIDADE

Pelo menos cento e trinta e um mortos, na sua maioria mulheres e crianças, é o balanço de um ataque aéreo ocorrido num casamento que decorria no sudoeste do país. O ataque foi condenado pelo secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, que afirmou que deveria ser investigado.

Fontes militares sauditas negaram o envolvimento no ataque sugerindo através de um porta-voz que poderiam ter sido as milícias locais a dispararem os projéteis.

“Eles atacaram um casamento, não me parece que seja um alvo estratégico, só pessoas que celebravam um casamento. Crianças e mulheres. Rei Salman, pergunto-lhe diretamente, porquê este ataque?”, afirmou um residente local.

O conflito no país agravou-se desde março com o envolvimento da Arábia Saudita que desencadeou ataques aéreos contra as milícias Houthi, apoiadas pelo Irão, e que desde o ano passado conquistaram partes significativas do país, incluindo a capital Sanaa.

O governo liderado pelo Abd-Rabbu Mansour Hadi viu-se forçado a procurar o exílio na Arábia Saudita e só regressou ao país na semana passada, tendo-se instalado no sul, no porto de Aden.

O regresso do governo coincidiu com a chegada na segunda-feira ao porto de Aden de um cargueiro saudita com auxílio humanitário a bordo.

A cidade portuária foi alvo de fortes bombardeamentos por parte da coligação liderada pelos sauditas e cujo objetivo seria expulsar as milícias Houthi que anteriromente controlavam a área.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Mísseis houthis atingem petroleiro no Mar Vermelho. Drone americano abatido

Três mortos e quatro feridos no primeiro ataque mortal dos Houthis a um navio comercial

EUA e Reino Unido atacam alvos Houthi no Iémen depois de um navio ter sido atingido no Mar Vermelho