Última hora

Ucrânia: conflito no leste do país não foi esquecido na Assembleia Geral da ONU

Ucrânia: conflito no leste do país não foi esquecido na Assembleia Geral da ONU
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Apesar da agenda internacional ser neste momento dominada pela situação na Síria e a crise de refugiados na Europa, a questão do conflito no leste da Ucrânia não esquecida durante a Assembleia Geral da ONU em Nova Iorque.

A participação do presidente russo assim como os encontros mantidos com Barack Obama são factos positivos para a Ucrânia.

Esta a conclusão de muitos ucranianos depois de assistirem aos discursos de ambos os líderes no plenário da Assembleia Geral.

No seu discurso Barack Obama não esqueceu o tópico, referindo a necessidade de progresso na questão da resolução do conflito no leste da Ucrânia assim como a anexação da Crimeia pela Rússia.

A implementação do acordo de Minsk foi outro dos temas em destaque durante o discurso do líder ucraniano, Petro Poroshenko.

Ainda assim, nas ruas de Kiev permanece a inquietação perante a situação que se vive no leste do país.

O politólogo Volodymyr Fesenko afirma que, no seu discurso, Obama não esqueceu a Ucrânia, tendo chamado a atenção para a situação no leste e na Crimeia. Ele afirma contudo que apesar da questão não estar esquecida, existem outros problemas que requerem igualmente a atenção da comunidade internacional.

A fim de avançar na implementação do acordo de Minsk, está previsto um encontro esta sexta-feira em Paris que contará com a presença de Vladimir Putin e Petro Poroshenko.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.