EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Ucrânia: conflito no leste do país não foi esquecido na Assembleia Geral da ONU

Ucrânia: conflito no leste do país não foi esquecido na Assembleia Geral da ONU
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Apesar da agenda internacional ser neste momento dominada pela situação na Síria e a crise de refugiados na Europa, a questão do conflito no leste da

PUBLICIDADE

Apesar da agenda internacional ser neste momento dominada pela situação na Síria e a crise de refugiados na Europa, a questão do conflito no leste da Ucrânia não esquecida durante a Assembleia Geral da ONU em Nova Iorque.

A participação do presidente russo assim como os encontros mantidos com Barack Obama são factos positivos para a Ucrânia.

Esta a conclusão de muitos ucranianos depois de assistirem aos discursos de ambos os líderes no plenário da Assembleia Geral.

No seu discurso Barack Obama não esqueceu o tópico, referindo a necessidade de progresso na questão da resolução do conflito no leste da Ucrânia assim como a anexação da Crimeia pela Rússia.

A implementação do acordo de Minsk foi outro dos temas em destaque durante o discurso do líder ucraniano, Petro Poroshenko.

Ainda assim, nas ruas de Kiev permanece a inquietação perante a situação que se vive no leste do país.

O politólogo Volodymyr Fesenko afirma que, no seu discurso, Obama não esqueceu a Ucrânia, tendo chamado a atenção para a situação no leste e na Crimeia. Ele afirma contudo que apesar da questão não estar esquecida, existem outros problemas que requerem igualmente a atenção da comunidade internacional.

A fim de avançar na implementação do acordo de Minsk, está previsto um encontro esta sexta-feira em Paris que contará com a presença de Vladimir Putin e Petro Poroshenko.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Pelo menos seis feridos em ataque aéreo russo a zona residencial de Kostiantynivka

Pelo menos seis feridos após ataque aéreo russo em zona residencial de Kharkiv

Ucrânia afirma ter atingido pela primeira vez um avião de combate russo Su-57