EventsEventosPodcasts
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

AMI acusa milícia curda da Síria de crimes de guerra

AMI acusa milícia curda da Síria de crimes de guerra
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Uma milícia curda da Síria apoiada pelos Estados Unidos foi acusada pela Amnistia Internacional de ter cometido crimes de guerra. A AMI documentou

PUBLICIDADE

Uma milícia curda da Síria apoiada pelos Estados Unidos foi acusada pela Amnistia Internacional de ter cometido crimes de guerra.

A AMI documentou casos em mais de uma dúzia de aldeias em áreas controladas pelos curdos onde os moradores foram obrigados a fugir e as suas casas foram destruídas pelas Unidades de Proteção do Povo, a YPG.
Num documento a organização denuncia o “a violação do direito humanitário internacional, em ataques que equivalem a crimes de guerra”.

Um porta-voz YPG refuta as acusações e fala em caso isolados.
Num relatório, a Amnistia Internacional afirma que houve expulsão da maioria de não-curdos após a YPG tomar as aldeias, e represálias por “percepção de simpatias ou laços de residentes com membros de EI ou outros grupos armados.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Coligação Árabe síria recebe munições dos EUA

Chefes da diplomacia da UE pedem à Rússia para concentrar ataques no Estado Islâmico

Luxemburgo: Chefes da diplomacia europeia discutem situação na Síria