Última hora
This content is not available in your region

Direita populista alcança resultado histórico nas legislativas suíças

Direita populista alcança resultado histórico nas legislativas suíças
Tamanho do texto Aa Aa

A direita populista foi a grande vencedora das eleições parlamentares na Suíça. O discurso antieuropeu e contra a imigração valeu à UDC quase trinta por cento dos votos e conta agora 65 deputados na câmara baixa do parlamento, mais 11 mandatos do que na legislatura cessante.

Para o líder da União Democrática do Centro, Toni Brunner, “o povo suíço colocou a imigração no centro destas eleições e mostrou a sua discordância com o parlamento e com o governo. Sabemos como lidar com a crise dos refugiados enquanto outros agem como se não houvesse nenhum problema.”

O Partido Socialista ficou na segunda posição ao eleger 43 deputados. Mais de metade dos eleitores não votou. No exterior do parlamento de Berna uma centena de pessoas manifestou-se contra este resultado histórico para um partido helvético. Em fevereiro do ano passado os suíços votaram em referendo a imposição de quotas aos nacionais dos estados-membros da União Europeia. As sete pastas do governo federal suíço são divididas por todos os partidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.