EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Muçulmanos condenam terrorismo após atentados de Paris

Muçulmanos condenam terrorismo após atentados de Paris
Direitos de autor 
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

Os muçulmanos de França mobilizam-se contra o terrorismo após os atentados de Paris terem vitimado também vários fiéis daquela que é a segunda maior

PUBLICIDADE

Os muçulmanos de França mobilizam-se contra o terrorismo após os atentados de Paris terem vitimado também vários fiéis daquela que é a segunda maior comunidade religiosa do país.

Um texto a condenar o extremismo vai ser lido nas cerca de 2.500 mesquitas em França, durante a oração de sexta-feira.

Nas ruas ou na Internet, as iniciativas multiplicam-se, entre os “abraços grátis” de um muçulmano esta quarta-feira, junto ao memorial das vítimas dos atentados, e vários vídeos partilhados nas redes sociais com apelos à união de todos os franceses contra a violência.

A nível mundial “hashtags” como #Notinmyname (em meu nome não) ou #Muslimsarenotterrorists (Os muçulmanos não são terroristas), voltam a ser tendência nas redes sociais.

No Paquistão, o vídeo de um grupo de cinco jovens muçulmanos, chocados com a situação, tornou-se igualmente viral.

Os protagonistas afirmam que não defendem os ataques de Paris e que não podem ser considerados responsáveis pelas ações de, “um grupo de pessoas perturbadas que afirmam ser como nós”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

França aperta medidas de segurança antes da cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos

Ucraniano pró-russo detido em hospital francês por suspeita de planear um atentado

Polícia francesa mata homem que tentava incendiar sinagoga em Rouen