Última hora

Shell corta 2.800 empregos além dos 7.500 previstos

Shell corta 2.800 empregos além dos 7.500 previstos
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A fusão da Shell com o BG Group vai custar mais 2.800 postos de trabalho. O casamento entre a petrolífera anglo-holandesa com a produtora de gás britânica já tinha como adquirido o fim de 7.500 contratos entre os empregados da Shell e de subcontratadas diretas. De acordo com a Shell estas medidas suplementares são necessárias para atingir os 3,5 mil milhões dólares de sinergias antes de impostos. A atividade do BG Group vai ser absorvida pela petrolífera. A fusão anunciada em abril acabou de ser aprovada pelas autoridades chinesas.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.